Belém, Lisboa - O que precisa conhecer...

Belém, Lisboa

Belém é uma zona de Lisboa onde o peso da História se faz sentir fortemente nas imponentes referências históricas presentes nesta localidade dotadas de uma importância a nível mundial e reconhecidas, pela UNESCO, como sendo Património Mundial. O conjunto monumental constituído pelo Mosteiro dos Jerónimos e a Praça do Império, o Padrão dos Descobrimentos, a Torre de Belém e o mais recente Centro Cultural de Belém, o Palácio Nacional da Ajuda, a Central Tejo ? Museu da Eletricidade, a Cordoaria Nacional, O Monumento aos Combatentes do Ultramar, o Centro Champalimaud, entre muitos outros fazem de Belém um dos mais procurados locais para visitar na cidade de Lisboa. O Mosteiros dos Jerónimos, situado na Praça do Império onde há anos foi a Praia do Restelo, possui um grande valor arquitetónico e histórico, alberga elementos do estilo gótico antigo e do renascimento. A sua construção atravessou e prolongou-se por cem anos de História desde que foi mandado contruir pelo rei D. Manuel I até à conclusão da sua construção. O Mosteiro representa uma verdadeira riqueza portuguesa do estilo Manuelino, assim como a Torre de Belém já considerada pela UNESCO Património Mundial. O Padrão dos Descobrimentos é um monumento em homenagem ao grande impulsionador dos Descobrimentos, o Infante D. Henrique, e celebra os quinhentos anos da sua morte.

Um monumento singular que, sendo construído em Belém, deixa uma marca de uma época de ?força?, de ?coragem? e de ?determinação? da nossa História e do nosso povo. O Museu da Marinha e o Museu da Arqueologia foram implementados na zona antiga do Mosteiro e têm como principal objetivo transmitir informações e expor peças relevantes da arqueologia e da História Náutica Portuguesa. No Centro Cultural de Belém, já mais moderno e animado, dotado de uma arquitetura de beleza extrema, encontramos enumeras atrações culturais distintas e brilhantes. Este é um espaço cultural com uma coleção artística gigante e uma das construções mais recentes de Lisboa para os amantes da Arte e Cultura. O Museu da Coleção Berardo é um espaço preenchido pela arte moderna e contemporânea, ideal para quem gosta e pretende criar um registo visual da História através da Arte. Este Museu é bastante admirado e reconhecido internacionalmente pela originalidade e pela riqueza dos estilos e técnicas das suas obras de origem maioritariamente europeia e americana. O Museu tem diversas exposições permanentes mas também exposições temporárias que abordam temas individualmente e pormenorizam as informações de forma a expandir e enriquecer o conhecimento acerca de determinado tema. O Palácio Nacional da Ajuda, que já albergou o rei D. Luís e D. Maria Pia, sua mulher, responsável pela atualização estética e pela criação de outros espaços no Palácio, é também um dos monumentos incontornáveis. Este importante edifício esteve encerrado aquando da Implantação da República e parte dele constituía um museu. Atualmente, o Museu do Palácio Nacional da Ajuda, situado no local onde a família real se alojou após o desolador Terramoto de 1755, alberga no seu interior inúmeros tesouros da residência real.

O Centro Champalimaud tem como objetivo o desenvolvimento da investigação biomédica e a prestação interdisciplinar de cuidados clínicos que resultem na incrementação do conhecimento científico e clínico. O Centro contribui para a Humanidade com importantes dados e progressos a nível da saúde. A nível cultural, destacam-se o Museu Coleção Berardo, no Centro Cultural de Belém, o Museu dos Coches, o Museu da Presidência e o Museu do Oriente.

Nenhum guia turístico esquece esta zona da cidade, também pelo monumento dedicado aos dois heróis que fizeram a primeira travessia do Atlântico em avião, Gago Coutinho e Sacadura Cabral ou pelos famosíssimos pastéis de nata ou pastéis de Belém confecionados na Confeitaria dos Pastéis de Belém, detentora da receita secreta e original. Este é um elemento da doçaria tradicional portuguesa vendendo cerca de dez mil pastéis de Belém diariamente para o lanche e agrado de quem por aqui passa. Um exemplo de pormenor desta localidade é a Travessa Marta Pinto onde os apreciadores do típico pastel de nata ou degustadores de um vinho de qualidade podem apreciar deliciosos pitéus e beber vinho num ambiente selecionado num recanto de Lisboa. A Enoteca de Belém é uma biblioteca de vinhos de qualidade superior e petiscos com um ambiente agradável e acolhedor verdadeiramente conquistador. A típica carta de vinhos foi substituída por um binóculo antigo e o cliente deve utilizá-lo para avistar o vinho que pretende provar, encontrando-se este exposto numa estante que se assemelha às bibliotecas antigas com um escadote rolante anexado, como se de um livro se tratasse.

Belém é um local de atrações e uma localidade encantadora a nível turístico com a capacidade de preencher as expectativas de um público distinto dentro das pretensões e gostos pessoais de cada um. Em qualquer pedaço de terra belenense encontramos um bom motivo para aqui sermos residentes e usufruirmos da riqueza nele presente.

Belém, contudo, não se esgota no património, constituindo um belíssimo local para fixar residência com condições que poucos lugares dispõem. Para além dos referidos edifícios de interesse histórico, Belém conta com vastos espaços de lazer, museus e jardins, o que torna a zona num local muito aprazível. O Jardim Botânico é um espaço verde de cerca de sete hectares com uma estufa equipada com aquecimento que abriga coleções de plantas de zonas de clima tropical e subtropical. Estas plantas constituem uma relevante fonte de estudo, investigação e informação acerca das espécies aqui albergadas e devidamente catalogadas, atraindo o público e aumentando as visitas a este local.

Contudo, nem só de História vive o homem. A pensar nas noites agradáveis de Belém e em passeios à beira rio foram edificados locais de convívio bastante acolhedores. Na margem do rio Tejo o dia torna-se mais requintado e as pausas para tomar um café tornam-se mais relaxantes. A noite belenense agita as suas águas junto ao rio em locais com boa música, ambiente agradável e intimista, uma vista privilegiada e uma envolvência própria de Belém.

A zona é bastante calma mas dotada de excelentes acessos ao resto da cidade o que possibilita uma chegada rápida às zonas comerciais, ainda que em Belém se encontre o essencial para o dia-a-dia. Nesta área metropolitana localizam-se também os serviços e as zonas universitárias para responder efetivamente às necessidades dos residentes. Na educação, a oferta existente em Belém satisfaz plenamente, contando com o Pólo da Universidade Técnica de Lisboa, na Ajuda. A oferta da zona de Belém a nível de escolas, externatos e jardins-de-infância é de grande qualidade o que, além da proximidade, faz com que a zona seja das mais atrativas para residir.

As instituições particulares ligadas ao ensino e à educação mantêm um ambiente familiar presente na rotina das crianças e têm disponíveis serviços de transporte de crianças de casa-escola, escola-casa, acompanhamento pedagógico e atividades de ocupação de tempos livres muito úteis para os pais mais exigentes com filhos jovens e em idade escolar. Também as crianças que integram turmas de creche e jardim-de-infância têm um acolhimento específico e especial nestas instituições. Belém possui as condições ideais para que os pais e os filhos possam ter uma rotina mais calma e rica em experiências interessantes e tempo de qualidade para toda a família.

A nível de acessibilidades, Belém é servida pelo caminho-de-ferro de Cascais, que possibilita a ligação rápida ao centro de Lisboa, e por múltiplas carreiras de autocarros. A nível rodoviário, as ligações são também muito rápidas, seja para o resto da cidade, seja para acesso aos principais eixos nacionais. A nível da segurança, Belém está bem dotada, sendo um local extremamente aprazível e seguro, onde a fixação de residência pode ser encarada com grande tranquilidade. Por todos os motivos expostos, Belém é um local que reúne um conjunto de condições que o tornam ideal para fixar residência num misto de tranquilidade, história e proximidade a uma cidade cheia de vida e uma economia que coloca o seu PIB 5% acima da média europeia, sem esquecer que Lisboa é a capital do mundo lusófono, com cerca de 250 milhões de pessoas, e uma ponte entre a Europa e a América e África. Belém constitui o local ideal para acrescentar algumas páginas de história na sua vida, com o Rio Tejo como pano de fundo, e onde poderá viver uma vida tranquila com qualidade e garantia de bem-estar geral garantido.